quarta-feira, 6 de julho de 2011

Analogia

Quando há amor, não basta esforço só de um lado.
É como em um cabo de guerra a dois, mas nenhum dos dois quer ganhar. Os dois equilibram, cada um em sua ponta da corda, utilizando uma força que é agradável tanto a um, como a outro.
Porém, há momentos em que, sem perceber, um exagera na força que coloca na corda. É involuntário, mas a outra pessoa, por mais que ame, vai sentir a força colocada e, sem entender o que acontece realmente, colocará mais força do seu lado também.

E aí vira guerra. Mas amor e guerra não convivem, não existem juntos.
Como se reage a isso?

5 comentários:

Elton... disse...

Bem... Aí fode shAUSHAusaHSAUshU
Eu sou um que queria saber, mas é aquilo "ahhhhhh o amoooor..." rsrs

Anônimo disse...

Now is a great time to trade currencies with the world economic problems. People are cashing in by trading forex right now, the world money sistuation is a mess so why not make profit off it? Keep your money offshore where it is safe!

A good Forex broker is 1pipfix, 1pip spreads and the best top rated of forex brokers with metatrader 4
http:///www.1pipfix.com


1pipfix is a partner broker of http://loyalforex.com

Mayana Carvalho disse...

Sobre essa teoria final há controvérsias kkkkkkk

Helena disse...

Ainda sorrindo do solte sua imaginação criatura - escrito acima :)
a verdade é que somos seres humanos imperfeitos e precisamos de estimulos para termos relaçoes amorosas e estes estimulos esta na guerra mental e na admiração , naquela velha historia da corda " eu dou corda e quando voce vai pegar eu puxo " quando nao é assim enramos na mesmice e achamos que "o amor acaba "

Luana Neiva disse...

A verdade mesmo é que somos humanos e como humanos, falhamos. É difícil dizer que "é isso, isso e isso.". Porque quando o assunto é amor, não dá pra dar uma resposta concreta, é um sentimento que vai muito além do nosso entendimento.
Mas tá na cara que é um sentimento que precisa ser cultivado, e para que "floreça", tem de haver reciprocidade.
O que, cá entre nós, dificulta né? Parece até que dar e receber amor é coisa de outro mundo. E é.
É como se entrasse duas pessoas num barco e só uma estivesse remando... uma hora afunda.
Não dá pra negar que a cada dia que passa, nós, seres humanos (com algumas, poucas, excessões.) estamos cada vez mais egoístas.
No mundo em que vivemos, ACEITAR é ser feliz.

Por fim, adorei seu blog e já estou seguindo viu? :)
Aproveita e dá uma passadinha no meu blog!
http://naosoupratodos.blogspot.com/
Um beijo pra ti querida! :*