quinta-feira, 16 de julho de 2009

Sobre continuar respirando

sadness16

Não tinha mais jeito, foi o que deu pra pensar na hora em que ela se viu na rua escura, apenas as pedrinhas do asfalto antigo brilhavam com a luz fraca da lua. Por que estava ali de novo, andando no escuro, no sereno gelado que arrepiava seus pelos? Por que se sujeitava tanto?
Já tinha feito de tudo e se expunha cada dia mais: Dormira com a janela aberta, as cortinas balançando furiosamente ao vento de uma tempestade que se aproximava e que nunca chegou até aquele ponto da cidade. Passara a noite com a porta destrancada, acendeu velas e dormiu no chão com elas ao redor, se alguma delas caísse e queimasse tudo, teria sido acidentalmente. Até o gás ela já tentara deixar ligado, fechada na cozinha, mas nada daquilo havia adiantado, porque sobraram pedaços dela pra contar história, pra se lembrarem de todas as tentativas desesperadas de cessar a dor, o incômodo e as lágrimas teimosas que insistiam em voltar a  cair por seu rosto.
Havia momentos em que ela simplesmente se entregava à loucura, ouvindo o relógio se movimentar a cada segundo. Incessantemente, até a escuridão se sobressair e ela cair no sono.
Toda aquela loucura, todas aquelas tentativas infundadas e desesperadas, todos os objetos atirados contra a parede, todos os gritos dados com fúria, aquilo tudo tinha um nome, um motivo, uma história lembrada. Um nome que ela as vezes não se lembrava, um propósito perdido há muito tempo, em alguma tarde de primavera afundada no passado.
E ela sentia-se perdida, cada dia mais, pois não conseguia voltar a ser o que era, havia perdido muito de sua integridade. Não conseguia voltar às linhas de pensamento que tinha, pois perdera seus ideais, apertando-os como areia em seus dedos. Também não conseguia sorrir como antigamente, pois tinha certeza absoluta de que seus sorrisos mais sinceros haviam sido roubados dela durante aquela história, assim como os seus olhos brilhantes e sua vivacidade natural. Ela esperava, do fundo de seu coração, de que aquelas coisas fossem bem guardadas, de que a sua risada alta tivesse causado algum impacto no meio da noite estrelada. Só aquilo lhe daria conforto, ter conhecimento de alguma daquelas pequenas coisas poderia mudar tudo, e ela não sabia.
Não sabia, mas mesmo assim continuava tentando encontrar algum sentido naquelas vielas escuras e cheias de buracos e de desolação, grande parte ela sabia pertencer a ela mesma, pois havia estado ali tantas vezes exposta ao perigo e entregando seus suspiros ao vento que já tinha perdido as contas.
E pensara que morreria tantas vezes durante aquelas noites entregue ao seu próprio destino, fosse por uma casualidade cuidadosamente armada, fosse por pura exposição intencional. Balançou a cabeça. Apesar de ter se entregado ela continuava ali - aquilo devia ter algum sentido, meu Deus! - caminhando em cima de seus saltos, indo pra frente, mas sem rumo algum e respirando lentamente.

ps.O texto NÃO é auto biográfico. :*

35 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

E viver é isso...

Aninha, sem problemas, entendo certas ausências.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Max Psycho disse...

tem horas que nem seis e vale a pena continuar respirando, bjus gata linda

Vinicius Kmez disse...

"ps.O texto NÃO é auto biográfico. :*"

Espero que não seja mesmo..

;*
(L)

Brecho Juci disse...

Oieeeeee!

Novidade: um Casaco da adidas branco! Lindoo!!
E ainda Mp10 de 8gb, cachecol, blusas e muito mais!

E ta rolando um sorteio de brinco + cachecol!

Passa lá para conferir:

http://brechojuci.blogspot.com/

Beijos
Ju e Cí

Andréia disse...

nossa.. até parece que falou de mim e com riqueza nos detalhes..rs


beijosssss

Alexandra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
C r i s t a l disse...

A-D-O-R-A-M-E-I!!!
"Também não conseguia sorrir como antigamente, pois tinha certeza absoluta de que seus sorrisos mais sinceros haviam sido roubados dela durante aquela história, assim como os seus olhos brilhantes e sua vivacidade natural."
Essa parte aí é pra mim...

Adoro tudo aqui!!
Beijão!!

Lelli Ramz disse...

Olá linda,

Espero q não seja sua história, mas lá: amei, li inteiro... realmente prende como texto!

Agora ao sentir... encontre quem realmente importa ai dentro de vc!!!

sofrimentos nos fazem crescer... encontre este caminho do crescimento e viva.

intensamente feliz e triste, mas sempre intensaaaaa

Lelli

Francisca Nery disse...

você e seus textos MARA, né? :x

Italo Lemos disse...

Nossa muito bom o texto! Mas é angustiante. mas naum deixa de ser muito bom ^^...beijos!

Italo Lemos disse...

Nossa muito bom o texto! Mas é angustiante. mas naum deixa de ser muito bom ^^...beijos!

Camila disse...

vc escreve beem demaais *--------*

Tray disse...

Oie to aqui pra fala q amoo ler seus textooo e têm seloo p vc la no meu blog

Bjoos

Tha ! disse...

"assim como os seus olhos brilhantes e sua vivacidade natural."

muitas vezes partes de nos são roubadas, sem nem percebemos !
bjoos aninha .

Marina disse...

Fico de cara com seus textos... suas palavras, seu jeito de escrever;

Adoro, modeluda!

soh daria uma sugestão. Pq vc não divide o texto com enter's? A leitura fica mais leve.

BjO!

Fláh .S disse...

Simplesmente amo o seu blog. Taah ate em destaque no meu. Parabens :)

' Linee Soglia disse...

"E ela sentia-se perdida, cada dia mais, pois não conseguia voltar a ser o que era"
Estava sentindo isso há alguns dias atrás...

Texto perfeito!!! *-------------*

Becks disse...

Nossa, foi isso que me preocupou, que fosse autobiográfico !

Aninha, eu gosto pra caramba de você Sabia ? Nossas opiniões no chat batem bastante e tals :) adoro vcs do TDB, minhas irmãs e amigas de longe :D

;*
e lógico que pode chamar de Beckinha, a Fran tbm chama :)

Bianca disse...

Me identifiquei com o texto. Você mistura a leveza de uma menina com a experiência de uma mulher, de uma forma que prende a gente até o fim. Se é auto biográfico ou não, é ótimo mesmo assim.

Beijos

Leila disse...

seria um conto? um extrato de um possível livro? ou um simples pensamento? :D

Elton... disse...

Não tinha como ser autobiográfico, não seria você...

Mas é tenso, muito tenso. Tô com dó da pobre agora. O foda é que muita gente fica assim mesmo, coitados.

Tataahzinha disse...

é nessas horas, onde não se tem mais vontade de respirar, que necessitamos fazer um check up na nossa vida, certo?
não desanime!
;*

João Bidu disse...

"Faça um comentário
Solte a sua imaginação, criatura!

E seja feliz :D"


Rachei litruuuus
auhuhauhuahuha


manooo
texto foda mesmo
adoreiiii

Tenho muiiitas coisas pra fala sobre a moçoila do texto

mas me contentarei em dizer que as pessoas deveriam buscar noites como a dela, apesar dos pesares são noites boas, que valem uma vida.

beijooss
Ana

João Bidu disse...

"Faça um comentário
Solte a sua imaginação, criatura!

E seja feliz :D"


Rachei litruuuus
auhuhauhuahuha


manooo
texto foda mesmo
adoreiiii

Tenho muiiitas coisas pra fala sobre a moçoila do texto

mas me contentarei em dizer que as pessoas deveriam buscar noites como a dela, apesar dos pesares são noites boas, que valem uma vida.

beijooss
Ana

Tha ! disse...

quando tiver post novo me avisa tah?

Lud disse...

adoro essas mini-histórias que você escreve aninha, sério mesmo.
:D

Pollyanna Carvalho disse...

..."porque sobraram pedaços dela pra contar história, pra se lembrarem de todas as tentativas desesperadas de cessar a dor, o incômodo e as lágrimas teimosas que insistiam em voltar a cair por seu rosto"....


...."Aquilo tudo tinha um nome, um motivo, uma história lembrada. Um nome que ela as vezes não se lembrava, um propósito perdido há muito tempo, em alguma tarde de primavera afundada no passado."
----------------------------------
Perdemos coisas ao longo da vida, sonhos,sorrisos,amores,amigos,vontades, motivos,metas e muito mais, AS vezes agente morre antes do coração parar de bater e do peito dar o ultimo sussuro.

SEU TESTO DIZ MUITOOOOOOO.

Parabens adoro seu blog!!!! eu acompanho sempre tudo que você escreve!!!, quando der da uma passadinha la meu blz?

bjão flor!!!

Becka disse...

Aninha, só pra constar:
namorar o melhor amigo realmente vale a pena *-*
tô amando :D

:*

Nathália E. disse...

Certas atitudes são tão sem explicação. E tudo parece tão perdido dentro de nós.

Beijo!

daia disse...

Seus textos tem um tom meio gótico ;)

Anaaaa, vc anda fazendo pautas para a revista? nossa, to bem relaxadaa vio
ahuauhauhuahua

beijos, sdss

Auíri Au disse...

Deixa ao acaso...
Respire apenas para sentir o ar, nada mais.
Beijos

ana disse...

aiai, se eu escervesse bem como vc, a minha vida seria mt mais simples =D

Ricardo de Lima disse...

Bom mesmo o seu texto...Acho que cada um tem um pouco do que vc disse...

Bj.
Ricardo

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

信用代款 disse...

銀行貸款,
信用貸款,
房屋貸款,
二胎房貸,
汽車貸款,
企業貸款,
民間二胎三胎,
借款2胎3胎,
私人設定土建融,
銀行代償,
企金週轉金,
機械貸款,
工程貸款,
押標金,
卡債卡奴,
創業貸款 ,
青年創業貸款,
債務協商,
工商融資,
中古車貸款,
小額信用貸款 ,
銀拍屋法拍代墊款,
簡易貸款,
LC代墊工程合約貸款,
信用卡貸款,
攤販貸款,
頭家貸款,